A História

O Núcleo de Mulheres Gremistas foi fundado oficialmente em 15/05/2004, entretanto, as atividades para consolidação do movimento iniciaram-se no decorrer do ano de 2003. O Grêmio Foot-ball Porto Alegrense, historicamente, sempre contou com a participação das mulheres na sua imensa torcida. Vários livros que contam a história do clube relatam a presença da mulher desde os jogos realizados no antigo Estádio da Baixada no Bairro Moinhos de Vento. Com a conquista de espaço que as mulheres foram galgando nos mais diversos setores da sociedade esta presença feminina no futebol cresceu vertiginosamente . A criação do Núcleo se deu pela união de várias torcedoras que já se conheciam por freqüentarem as arquibancadas sociais do Estádio Olímpico.

O principal objetivo do Núcleo é reunir mulheres que desejam promover atividades com a finalidade de apoiar, valorizar e divulgar o Grêmio Foot-ball Porto Alegrense, seu clube de coração. Assim, o objetivo primordial é estar ao lado do nosso Grêmio em todos os momentos. Busca, também, uma efetiva participação da mulher na vida desportiva, política e social do clube. As atividades e tarefas do Núcleo são decididas e distribuídas nas reuniões mensais realizadas.

O critério mais utilizado na distribuição das tarefas é a disponibilidade de tempo que cada integrante pode dispor em benefício do Núcleo. Desde sua fundação o Núcleo busca dividir com suas integrantes as decisões e metas, tanto que, nunca tivemos a figura de uma Presidente. Os trabalhos desenvolvidos pelo Núcleo foram, nos primeiros anos, sob a orientação de uma coordenadora e a partir de 2007, a Coordenação do Núcleo passou a ser exercida por três integrantes. A coordenação é eleita pelas integrantes no mês de dezembro e tem mandado de um ano. Em 2004, o Núcleo de Mulheres Gremistas iniciou suas atividades com a participação de 20 mulheres.

Atualmente o movimento conta com mais de 2.000 mulheres cadastradas através do site www.mulheresgremistas.com.br. Aproximadamente 60 mulheres participam mensalmente de todas as atividades. Atualmente, neste ano de 2016, a Coordenação do Núcleo está a cargo de três integrantes, sócias do Grêmio: Sandra Quintana, Cleonice dos Anjos Fontoura e Márcia Giordano.

As reuniões do Núcleo de Mulheres Gremistas são realizadas uma vez por mês em local provisório, definido em reunião. Excepcionalmente, por algum fato relevante, poderá ser marcada uma reunião extraordinária. A participação das mulheres nas reuniões é registrada num livro de presença onde todas assinam e é feita uma minuta de ata relatando os assuntos decididos naquela reunião. Não existe cobrança obrigatória de mensalidade. Desde o início foi criada uma contribuição voluntária com o objetivo de custear eventuais despesas ordinárias para que o Núcleo pudesse desenvolver suas atividades. A Internet é um recurso muito utilizado para comunicação entre as integrantes cadastradas. Cerca de 90% das integrantes tem registro de e’mail e através deste recebem as informações sobre as atividades desenvolvidas.

O objetivo principal da criação deste grupo foi reunir mulheres que tinham em comum a paixão pelo futebol e pelo Grêmio. A motivação dessa união foi no sentido de ser conquistado um espaço maior da presença feminina num esporte tão predominantemente masculino. Seguidamente participamos de programas esportivos nas emissoras de rádio e televisão. Cabe ressaltar, ainda, que por diversas vezes emissoras de rádio e televisão do eixo Rio/São Paulo fizeram contatos com a Coordenação do Núcleo para realizarem matérias e reportagens sobre nossas atividades. Importante ressaltar que o Núcleo, da forma como está organizado, é um movimento pioneiro no Brasil.

O Núcleo pode ser considerado uma expressão do feminismo no sentido de mostrar a busca constante das mulheres por uma participação mais efetiva nas diversas atividades e setores da sociedade. Porém este movimento não é uma manifestação de um feminismo exacerbado e radical mas sim de uma conquista democrática, justa e igualitária que vem sendo galgada pelas mulheres ao longo dos anos.